24 de mai de 2009

Que meios conectam a cabeça e o coração?

Se algum dia eu encontrasse um grande mestre, como aqueles que tudo sabem e tudo veem, e tivesse apenas uma pergunta pra fazer, eu perguntaria onde exatamente a razão perde espaço pra emoção.
Talvez a resposta me ajudasse a entender o que se passa comigo..
Sem inspiração pra escrever.
Quando essa inspiração me falta, sempre é sinal de alguma coisa.
Nesse momento, além de andar muito ocupada, sei que tem certos detalhes que eu calo com medo do efeito que possam causar caso eu fale..
Ando desenvolvendo meu lado profissional. Aprendendo a gerenciar meu tempo. A fazer coisas de vários tipos, num período curto de tempo, e aproveitar todas elas, dar a devida atenção a todas elas. A uma conversa com um amigo, a uma aula na faculdade, a uns minutos de conversa antes da aula, a uma conversa no msn com alguém que eu não falo há um tempo, respondendo um email de uma amiga distante. Ando buscando a felicidade pequena, aquela imensurável que a gente não explica, não identifica, mas sabe que está lá. Algumas vezes você sente, outras você apenas sabe..
Um sorriso despertado em alguém que você gosta. A disposição de ouvir, e de ajudar a melhorar a vida de alguém. Ah, como é bom fazer isso.
Mas às vezes você precisa ter cuidado, porque você se doa pros outros e não se lembra de você..
Pode ser intencional. Mas, seja como for, não é saudável se durar muito tempo.
Isso anda acontecendo comigo. Cuido de mim, porque gosto. Cuido dos meus amigos e da minha vida social com eles, porque gosto. Mas continuo fugindo daquela floresta.. às vezes chego a dar a volta, mas não dou chance às minhas pernas para que elas deem um passo à frente.
Meus neurônios nem ousam liberar um estímulo. Meu cérebro parece estar se acostumando com o bloqueio. Ou é meu coração? Nesse ponto não sei identificar quem é o quê.
E talvez eu não queira, fique me cobrando conscientemente o que insconcientemente está bem definido e claro.
Mas como eu faço pra abrir as portas de uma e outra consciência, pra que assim elas possam conversar e entrar num consenso?

Um comentário:

  1. "Sempre acreditei que, para refletir sobre uma vida que vale a pena, louvável a cada passo do caminho, é uma boa idéia saltar adiante e olhar para trás. Essa é uma ótima forma de se obter uma perspectiva imediata e precisa sobre o que é realmente importante agora."

    "Não há epoca como o presente para se divertir, e as pilhas de papel e ligações para retornar ainda estarão ai quando voltarmos."

    (Uma hora para viver, uma hora para amar - Richard Carlson)

    Acho que agora já sei um presente em potencial para te dar de aniversário. E não será atrasado: todos os dias do ano são nossos; e nós somos os presentes dados e recebidos todos esses dias.
    Amo você, sis. :*

    Respondendo ao seu comentário: Escrevi exatamente no dia. Relembrando suas palavras ano passado: ao completar os "completos 20 anos" foi a melhor descrição que eu poderia ter feito, de mim e de você. ahahaha

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...