23 de fev de 2010

Falar de relacionamentos

Bem, acabei de tomar uma decisão. Antes de começar, porém, quero registrar que algum dia pretendo entender porque eu sinto mais vontade de escrever quando estou sonolenta.
Agora vamos ao que interessa. Percebi e percebo há tempos que esse blog é utilizado pra falar de fatos da vida, cotidiano e sentimentos. Falo muito do que eu vivi, senti, muito filosoficamente falando. E eu adoro isso. Mas eu percebi também que nem sempre você está na vibe "i feel like doing philosophical posts". Eis que, agora à noite procurando blogs de relacionamentos em inglês, não somente pra treinar o inglês como pra entender o pensamento americano nos mesmos, porque é um pouco diferente, eu decidi escrever sobre isso também. Já tinha tentado criar um blog com alguns amigos, mas isso requer muita energia, e talvez fique pra uma próxima vez. Agora, com duas faculdades e muitos planos, é melhor que eu decida fazer coisas que eu possa realizar, como escrever num blog que eu já tenho sobre um tema que me interessa. Gostaria de indicar o blog Manual do Cafajeste para aqueles que gostam do assunto. Como mulher, criada dentro de uma cultura machista e paternalista, e ainda mais, numa cultura que cultiva a ilusão do final feliz por todos os lados (que o digam os filmes Disney estilo ''Happily ever after.."), esse blog me ajuda a cair na real e pensar de uma perspectiva diferente. Eu já vinha lendo-o há algum tempo, mas agora percebi que certas vezes não adianta somente ler pra entender.. você precisa refletir, e eu penso melhor escrevendo, logo, decidi escrever. Sobre o que eu já li no blog dele, já vivi e o que eu já vi os outros viverem. E continuo vendo.
Não sei quanto à regularidade, nem frequencia, nem se esse será o único post sobre o assunto. Mas definitivamente decidi começar pra ver no que vai dar. Cansei de planos deixados no papel, agora mudei de tática. Ao invés de planejar antes, vou planejando enquanto acontece. Inclusive, é uma boa tática pra encarar melhor os relacionamentos. Pelo menos eu acho que seja..
Costumo ser racional aconselhando os outros, mas muito irracional e impulsiva quando se trata de mim. Tenho 20 anos, prestes a fazer 21. Não sou a mais experiente em relacionamentos, mas também não sou a menos. Vivi alguns casos engraçados e outros nem tanto. Já sofri por amor e também já fiz sofrer.. não me orgulho de nenhum dos dois, mas ambos me ensinaram. Enfim. Chega de bla bla bla. Todo mundo já sofreu e tudo mais, ou não? Pois se não, eu aconselho que sofra. Uma última coisa.. vou falar aqui de mim e dos outros. Pra me privar um pouco, todos serão tratados como terceiros. Não me importo com o que os outros pensam, mas infelizmente o contrato social é feito de vias duplas. Eu não me importo com sua vida, mas se você se importa com a minha, eu preciso me preservar.
Não espero que vá ter muitos leitores, também. Nem sei onde isso vai dar. Mas ok, vamos ao primeiro post..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...